Arquivos diários: 27 de agosto de 2017

Artigo: O oprimido e a opressão

Artigo:  Levon Nascimento

ditadura-para-a-ordem-e-para-o-progressoA opressão não seria tão violenta e persistente se não contasse com o conformismo ou, até mesmo, a colaboração dos oprimidos frente aos opressores.

Os 350 anos da brutal e desumana escravidão negra no Brasil não teriam durado tanto se, num dado momento da história, muitos escravizados não tivessem começado a achar que aquilo era destino (sina) e, outros, a navegar no próprio sistema escravocrata, passando a colaborar com seus senhores em troca de pequenos favores, à forma de migalhas: os capitães do mato.

A dominação feminina em diferentes tempos ou em diversos tipos de sociedade, só foi possível graças ao fato da maioria das mulheres aceitarem a condição de submissas ao poder discricionário dos homens. Continue lendo Artigo: O oprimido e a opressão

Projeto ensina português gratuitamente a refugiados em Salvador

Quase 10 mil refugiados de mais de 80 nacionalidades são reconhecidos no Brasil. Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), divulgados em junho desse ano, o número de refugiados no país aumentou em 9,31% de 2016 para cá.

Fora os refugiados reconhecidos, o país abriga 35.464 solicitantes de asilo. A estimativa é de que 1% desse total esteja no Nordeste. Comum a todos eles, a falta de oportunidade e a necessidade de reinserção a uma nova sociedade.

Pensando em integrar os refugiados, surge o projeto “Refúgio em Salvador”, que faz parte do Núcleo de Práticas em Economia e Relações Internacionais (NERI) da UNIFACS, em Salvador. As atividades do programa começaram neste mês.

O programa está com inscrições abertas até o dia 31 de agosto para a sua primeira atividade dedicada a imigrantes e pessoas em situação de refúgio: um curso de língua portuguesa gratuito. As inscrições podem ser realizadas das 14h às 17h, de segunda à sexta, presencialmente no Campus Tancredo Neves da UNIFACS ou pelo e-mail neri.unifacs@gmail.com. As aulas acontecerão aos sábados pela manhã, das 8h às 12h. Continue lendo Projeto ensina português gratuitamente a refugiados em Salvador

Vitória da Conquista: mais de 160 mil títulos podem ser cancelados na cidade

Por Thiego Souza do site da CDL
Justiça Eleitoral convoca cidadãos a realizarem o recadastramento biométrico e reforça que a revisão do eleitorado no município está em fase obrigatória

tituloMais de 160 mil títulos de eleitor ainda podem ser cancelados em Vitória da Conquista. O alerta é do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) em reforço a convocação dos eleitores da cidade para que compareçam ao cartório ou postos da Justiça Eleitoral e realizem o recadastramento biométrico. A revisão do eleitorado está em fase obrigatória no município e aquele cidadão que não passar pelo procedimento terá o título cancelado.
O eleitor de Vitória da Conquista pode realizar o recadastramento biométrico em três postos de atendimento:
– Fórum Eleitoral (Avenida Olívia Flores, S/N, Candeias), de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h;
– Posto do SAC, localizado no Shopping Conquista Sul, com funcionamento das 9h às 17h. (somente agendamento através do site do SAC);
– Centro Glauber Rocha, localizado na Av. Brumado, s/n, bairro Brasil (próximo da BR-116), das 8h às 13h.
Números
Desde que o TRE da Bahia e a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista assinaram um convênio, em maio de 2017, mais de 33 mil eleitores realizaram a biometria, um aumento de 70% em cinco meses.
Em maio, quando o convênio foi assinado, dos 228.144 eleitores de Vitória da Conquista, apenas 37.837 (16,585%) haviam realizado a biometria. Em números atualizados, já são 231.437 eleitores na cidade, sendo que, desses, 71.261 (30,79%) realizaram o recadastramento biométrico. Os 160.176 eleitores que ainda não fizeram o procedimento, precisam procurar um dos postos de atendimento da cidade para a atualização eleitoral.
Aqueles que não comparecerem terão o título cancelado, ocasionando assim a suspensão do pagamento do Bolsa Família, benefício do Governo Federal. A sanção é prevista pelo Código Eleitoral, artigo 7º. O prazo para o comparecimento do eleitor é até 31 de janeiro de 2018.
Consulte débito
Antes de comparecer ao cartório, os eleitores deverão consultar se possuem pendências com a Justiça Eleitoral e emitir boleto para pagamento de multa (Guias de Recolhimento da União). Para isso, basta acessar o site (www.tre-ba.jus.br) e, por meio do menu principal, seguir o caminho: Eleitor > Débitos do eleitor. O comprovante de pagamento deverá ser apresentado no momento do atendimento. Informações podem ser obtidas por meio dos números (77) 3424-6260/ 6214 e/ou (77) 3422-4606.
Veja documentos necessários para fazer o recadastramento biométrico