Arquivos diários: 2 de abril de 2017

Conquista: Irmão mata irmão na zona rural

ViaturaNesse sábado (1º), um homem matou o seu próprio irmão em Itaipu, zona rural de Vitória da Conquista. De acordo com informações publicadas pelo Blog do Leo Santos, Valdair Caetité Barbosa de Souza teria sido espancado pelo irmão, que não teve o nome revelado.

Valdair foi encaminhado para o Hospital de Base, onde não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. O agressor ainda não foi localizado. Esse é o  primeiro homicídio registrado no mês de abril, e o 43º  homicídio no ano em Vitória da Conquista.

Anagé: Carro-forte é alvejado por bandidos durante tentativa de assalto

carro-forte-assalto-anage-brumado-noticias-98Foto: WhatsApp/Brumado Notícias

Um carro-forte foi alvejado por vários tiros na manhã desta sexta-feira (31), na cidade de Anagé, no sudoeste da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, não houve feridos. Segundo a PM, os bandidos estavam em uma caminhonete e um outro veículo de grande porte e perseguiram o carro-forte, que ficou com várias marcas de tiros.

A polícia informou que, logo após a ação, o condutor do carro-forte levou o veículo para a sede do pelotão da 79ª CIPM, em Anagé. Nada foi roubado. Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Sudoeste foram até o local onde o carro-forte foi alvejado e encontraram um dos veículos usados pelos bandidos incendiado e abandonado. Até a publicação desta reportagem, ninguém foi preso.

Lajedinho: Chuva forte causa tromba d’água e deixa desabrigados

temporal-lajedinho-2017-44Foto: Edmundo Carvalho

Uma chuva forte que atingiu a cidade baiana de Lajedinho, na Chapada Diamantina, na madrugada deste sábado (1º), causou uma tromba d’água no rio Saracura, que invadiu a cidade e deixou casas e ruas alagadas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil do município, Edmundo Carvalho, a situação deixou, ao menos, 94 famílias desabrigadas. Não há registro de mortes ou feridos. “Foi uma tromba d’água igual a 2013. É a sétima vez que isso acontece. As duas vezes mais graves foram em 2013 e agora”, disse o coordenador da Defesa Civil.

Ainda conforme Carvalho, a chuva que atingiu Lajedinho neste sábado foi muito semelhante a que destruiu a cidade em dezembro de 2013, quando 17 pessoas morreram e 600 ficaram desabrigadas. Na ocasião, casas e estruturas de prédios públicos foram levadas pela enxurrada.

Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), na madrugada deste sábado choveu 150 milímetros em Lajedinho. O volume e a força da água assustaram os moradores durante cerca de três horas. No dia da tragédia, em 2013, choveu 120 milímetros na cidade.

Remédios terão reajuste de até 4,76% nos preços

remedios-56Foto: Reprodução

Os preços dos remédios poderão subir até 4,76%. Resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) fixou em 4,76% o reajuste máximo permitido aos fabricantes na definição dos preços dos medicamentos.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União. A regulação é válida para um universo de mais de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro. Em 2016, o reajuste máximo autorizado foi de 12,5%. Em 2015, foi de 7,7%.

Em 2014, o reajuste foi de 5,68%. De acordo com o G1, o reajuste leva em conta o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 10 de março de 2017, cuja taxa foi de 4,76% no período de março de 2016 a fevereiro de 2017.

O Ministério da Saúde informou que o reajuste é o menor registrado nos últimos 10 anos. Para este ano, o ajuste médio autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos ficou em 2,63%, valor abaixo da inflação acumulada de 4,76%.