Arquivos diários: 5 de fevereiro de 2017

Condeúba: Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida se despediu hoje dos condeubenses

Prof. Agnério

Silvanin com a imagem

Fotos: Medonho Produções

Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi bem recebida pelos católicos da Paróquia de Condeúba. A réplica da imagem que chegou em Caetité está percorrendo toda a Diocese. Vindo de Mortugaba, passou pelo Alegre e percorreu os nove zonais dos setores rurais de Condeúba até chegar à cidade.

Visitou o Fórum, a Prefeitura, a Câmara e o Hospital Dr. José Cardoso dos Apóstolos na sexta-feira,dia 03 deste. No sábado,a imagem foi levada para o Bom Jesus, depois para o São João, em seguida para a Santa Luzia, deu continuidade de sua visita ao Bairro São Vicente, andou pelo Divino Espírito Santo e São Francisco, descansou na Igreja Matriz. Continue lendo Condeúba: Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida se despediu hoje dos condeubenses

Vit. da Conquista: Motorista de caminhonete morre após bater em caminhão na BR-116

acidente-conquista-br-116-48Um homem morreu no sábado (4) em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o carro em que ele seguia bateu na lateral de um caminhão e foi parar em um desnível do acostamento da BR-116.

Por conta da batida, parte da frente do carro onde a vítima seguia ficou destruída. Segundo o G1, a porta foi bastante danificada e o para-brisas quebrou. Além disso, um dos pneus dianteiros se soltou do veículo por conta do impacto.

A PRF não tem detalhes do que teria motivado o acidente, mas investigações iniciais apontam que o carro pode ter avançado o sentido contrário, por onde o caminhão seguia. O motorista do caminhão não teve ferimentos.

De acordo com a PRF, a vítima do acidente era morador de Vitória da Conquista. Ele seguia sozinho no carro.

Jequié: Duas toneladas de maconha são apreendidas pela PRF na região

caminhão

Foto: divulgação PRF

A apreensão foi feita entre os municípios de Maracás e Contendas do Sincorá, BA-026, região Sudoeste. Durante a revista no caminhão, os Militares do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), encontraram duas toneladas de maconha em tabletes.

A droga estava escondida embaixo de um carregamento do grama que era levada na carroceria do caminhão. De acordo com informações da polícia, o motorista do veículo empreendeu fuga assim que avistou a blitz na rodovia, acelerou furando o cerco montado.

As viaturas seguiram em perseguição e alguns quilômetros depois o motorista abandonou o caminhão e conseguiu escapar da polícia correndo pela mata.

O caminhão e toda a droga apreendida foi apresentada a 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié).

Macho é macho

Por Nando da Costa Lima

Nando

Zé Capa Preta, apesar de ser muito temido na cidade por só andar de preto, chapéu, bota revólver 38 (que ninguém nunca viu), etc.; naquele dia chegou faltando o fôlego na delegacia. Um aperto daquele deixava qualquer um apavorado, aquilo nunca nem passou pela cabeça dele. É o seguinte: Renatão Capitão tinha esse apelido por ter participado da 2ª Guerra, voltou como herói mas perdeu um olho e ficou com o outro variado devido à explosão de uma granada, só não morreu porque era um gigante de quase dois metros de altura. Doido ele sempre foi, mas a família falava que ele agia com violência de vez em quando por causa da guerra. A cidade a que me refiro tinha pouco mais de dois mil habitantes, sendo a grande maioria homens que trabalhavam numa mina vizinha. De solteira só tinha a enfermeira Maristela e a viúva Filomena. Maristela ninguém nem notava, mas a viúva era de fechar o tempo, apesar de quarenta e poucos anos, estava enxuta. Mas ela era irredutível, dava bola pra todo mundo mas na hora H se lembrava do falecido e saía de baixo. Foi ela a culpada da quase desgraça que ia acontecer com o pistoleiro mais conhecido da terra na imaginação dos moradores da cidade. Continue lendo Macho é macho

Barra do Choça: Falsa advogada é presa ao prestar atendimento jurídico

falsa-advogada-presa-em-barra-do-choca-48

Foto: Divulgação/OAB-BA

Uma mulher foi presa exercendo irregularmente a profissão de advogada, nesta quarta-feira (1º), em Barra do Choça, no sudoeste baiano. Após receber ofício do Ministério Público Estadual a Subseção de Vitória da Conquista realizou uma operação através da Comissão de Fiscalização Profissional da Ordem dos Advogados do Brasil.

Foi constatado que a estelionatária cometia alguns crimes, incluindo a pratica de atos privativos da categoria, na Comarca de Barra do Choça. A acusada foi presa em flagrante prestando atendimento jurídico previdenciário sem a existência de identificação profissional.

Com a mulher, foram apreendidos documentos falsos, tais como sentenças federais, ato de nomeação como juíza conciliadora, além de documentos com identificação de advogada e petições. Segundo o G1, a acusada responde pelos crimes de exercício irregular da profissão, estelionato, falsificação de documento público e falsidade ideológica.

De acordo com a polícia, a infratora já possui passagens por estelionato e será conduzida ao Conjunto Penal de Vitória da Conquista. Conforme informações da Comissão da OAB, esse é o segundo caso do mesmo crime na Comarca de Barra do Choça em menos de 15 dias.

Delações da Odebrecht: PT recebeu R$ 35 milhões para selar alianças

dilma-rousseff-posse-2014-48

                      Foto: Eduardo Knapp/Folhapress

Em uma reunião em 2014 com Marcelo Odebrecht, à época presidente da maior construtora do país, e Alexandrino Alencar, então diretor de Relações Institucionais da empreiteira, o tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff (PT) à reeleição, Edinho Silva (PT), foi claro: precisava de 35 milhões de reais para garantir a adesão de cinco partidos à chapa da petista e, assim, conquistar dois minutos e 59 segundos de propaganda eleitoral na televisão.

A divisão foi feita de forma igualitária, 7 milhões de reais para cada sigla (Pros, PCdoB, PRB, PDT e PP). De acordo com a Veja, a informação sobre o acerto consta do acordo de delação premiada dos dois executivos, homologado na semana passada.

Com Dilma já fora do poder, a delação tem um enorme potencial de estrago para seu sucessor, Michel Temer. A revelação deve complicar ainda mais sua situação no Tribunal Superior Eleitoral, na ação que analisa precisamente se houve abuso de poder político e econômico na eleição de 2014.