Arquivos diários: 11 de dezembro de 2016

deputado-arthur-maia-brumado-noticias-31

Delator diz que Arthur Maia recebeu R$ 250 mil não declarados da Odebrecht em 2010

O deputado federal Arthur Maia (PPS) recebeu R$ 250 mil em 2010 do Grupo Odebrecht e o recurso não aparece na prestação de contas da Justiça Eleitoral. Segundo o ex-executivo da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, o parlamentar fez uma solicitação de apoio à campanha e recebeu uma “contribuição em valor diferenciado”, “tendo em vista a capacidade demonstrada, bem como pelo fato de este ser baiano e possuir confiabilidade dentro da empresa”.

“Foram pagos R$ 250 mil, operacionalizados pela equipe de Operações Estruturadas, para o codinome ‘Tuca’”, explica Melo Filho, detalhando as datas em que foram realizados os três pagamentos, entre agosto e outubro de 2010. Já em 2014, Arthur Maia teria recebido a contribuição de maneira “oficial”. O ex-executivo cita a cifra de R$ 349 mil, porém na prestação de contas de Maia junto à Justiça Eleitoral aparecem apenas doações da Braskem S/A, que somam R$ 129 mil.

senadora-lidice-da-mata-brumado-noticias-86

Sob codinome ‘Feia’, senadora Lídice recebeu R$ 200 mil em 2010

Durante o pleito em que se elegeu senadora pela primeira vez, 2010, Lídice da Mata (PSB) recebeu R$ 200 mil da Odebrecht, revelou delação premiada do ex-executivo da empresa Cláudio Melo Filho. Sob codinome “Feia”, a ex-prefeita de Salvador já mantinha uma “relação histórica” com a empreiteira, que conhece e admira, segundo o documento.

“Eu acreditava na sua eleição como Senadora pelo momento político na Bahia, pois ela era da chapa do governador eleito Jaques Wagner”, afirmou Melo Filho. Após a eleição, o ex-executivo disse ter solicitado apoio direto para que Lídice ajudasse um projeto do Instituto de Hospitalidade na capital baiana, que teria relação com a Fundação Odebrecht. “Este projeto era vinculado a Secretaria de Turismo da Bahia, cujo secretário, Domingos Leonelli, era indicado pelo PSB, partido da Senadora.

José Filho me relatou o descaso dela com o assunto, pois nunca recebeu sequer um retorno”, acrescentou. De acordo com a delação, a senadora ainda foi contatada em março de 2012, junto a outros parlamentares, para legislar a favor do Projeto de Resolução do Senado Federal n. 72/2010. Por meio de nota, a senadora afirmou que as doações das campanhas estão dentro da legalidade. “As minhas contas foram devidamente aprovadas pelo TSE e estão disponíveis em seu site oficial”, aponta Lídice.

deputado-daniel-almeida-brumado-noticias-88

Deputado votado em toda a região recebeu R$ 100 mil da Odebrecht

O deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) recebeu, em 2010, R$ 100 mil do Grupo Odebrecht. De acordo com delação premiada do ex-executivo da empresa, Cláudio Melo Filho, a solicitação foi feita porque o partido do parlamentar com codinome “Comuna” detinha, à época, a secretaria deTrabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, sob comando de Nilton Vasconcelos. “Como tínhamos vencido a concessão para a Fonte Nova, seria uma forma de mantermos uma interlocução qualificada, sobretudo em razão da Copa do Mundo”, explicou o ex-executivo. O fato de Daniel Almeida fazer parte da base aliada do Governo da Bahia também foi citado como ponto a seu favor.

michel-temer-22

Datafolha: 51% dos brasileiros consideram a gestão Temer ruim ou péssima

A popularidade do presidente Michel Temer (PMDB) apresentou queda desde julho de acordo com a nova pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (11). O levantamento, realizado entre 7 e 8 de dezembro, aponta que 51% dos brasileiros entrevistados consideram a gestão do peemedebista ruim ou péssima. Anteriormente, em julho, a porcentagem era de 31%.

O número de pessoas que veem o atual governo como regular reduziu para 34%, em comparação com o s 42% registrados no levantamento anterior, quando Temer era interino. Para 40% da população, a gestão Temer é pior do que a anterior. Para 34%, é igual e 21% a consideram melhor. O índice de ótimo/bom de Temer caiu de 14% para 10%. Não souberam avaliar o governo 5% dos entrevistados.

Ainda segundo o Datafolha, a população considera o presidente falso (65%), muito inteligente (63%), defensor dos mais ricos (75%), autoritário (50%) e desonesto (58%). O Datafolha ouviu 2.828 pessoas com 16 anos ou mais. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

img-20161209-wa0056-copia

Condeúba recebe Selo Unicef Município Aprovado

Nessa sexta-feira (9), o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) entregou o prêmio de reconhecimento internacional por avanços nas áreas de Saúde, Educação, Proteção e Participação Social a 28 cidades baianas, entre elas Condeúba. Ao todo, 1.262 municípios do semiárido brasileiro foram inscritos nesta edição do Selo Unicef.

O Selo Unicef Município Aprovado é um reconhecimento internacional que as cidades podem conquistar pelo resultado dos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. A partir de um diagnóstico e de dados levantados pelo Unicef, os municípios que se inscrevem passam a conhecer melhor sua realidade e as políticas voltadas para estes públicos. Com dados concretos e participação popular, o município tem condições de rever suas políticas e repensar estratégias de forma a alcançar os objetivos buscados, que estão relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.