Arquivos diários: 16 de novembro de 2016

Quem são os cardeais rebeldes que acusam o papa Francisco de heresia

Uma rebelião anunciada. Um grupo de cardeais manifestou publicamente preocupação com os ensinamentos do papa Francisco, acusando o pontífice dcardeale causar confusão em relação a assuntos-chave para a doutrina católica.

                    O cardeal Raymond Leo Burke,                                     em Roma (Itália)

Em carta divulgada nesta semana, os sacerdotes questionam o papa por encorajar a Amoris Laetitia (Alegria do Amor), documento que é uma tentativa de abrir novas portas para católicos divorciados e tornar a Igreja mais tolerante com questões relacionadas à família. Continue lendo Quem são os cardeais rebeldes que acusam o papa Francisco de heresia

Renan Calheiros chama reações de associações de juízes de ‘tolice’

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), classificou de “tolice” as inúmeras reações de associações de magistrados contra a comissão formada semana passada na Casa para investigar salários acima do teto constitucional.

Nos bastidores, fala-se em uma empreitada do senador peemedebista contra o Judiciário. E essa seria apenas uma frente, que estaria aliada ainda à tramitação da proposta de abuso de autoridade, que contará com discussões e convites a figuras como o juiz responsável pela Operação Lava Jato, Sergio Moro, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

“Acho isso uma tolice. Se fazem isso [soltam notas de repúdio] para inibir o Senado, definitivamente não vão”, afirmou o presidente da Casa.

renan

Segundo ele, o Senado adota, desde 2013, critérios para impedir que seus funcionários, ainda que advindos de outros poderes, não extrapolem o teto constitucional, hoje em R$ 33.763. Renan voltou a negar que haja foco em investigar diretamente algum poder. A comissão extra-teto foi instalada na última quarta (9) e tem um calendário inicial de 20 para concluir os trabalhos.

A presidência ficou com o senador Otto Alencar (PSD-BA) e a relatoria, com Kátia Abreu (PMDB-TO). Nesta manhã, eles estiveram com a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia. Mais tarde, o grupo se encontra com o presidente Michel Temer. Na quinta (17), é a vez do PGR, Janot.

JUDICIÁRIO
Renan Calheiros também confirmou o calendário das audiências do projeto de abuso de autoridade. Esse foi outro assunto que causou polêmica na semana passada, quando o peemedebista afirmou que desejava convidar o juiz Sérgio Moro para falar e que não achava isso “provocação”.

Em 23 de novembro, devem comparecer Rodrigo Janot e o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia. Em 1 de dezembro, Sergio Moro já confirmou presença. Também devem estar na reunião um representante do Ministério Público e outro do STF.

9º Seminário Estadual de Conselheiros Tutelares acontece em Conquista

conselho_tutelar-235x300Nestas quinta e sexta, respectivamente, 17 e 18 de novembro, será realizado em Vitória da Conquista o 9º Seminário Estadual de Conselheiros Tutelares e Ex-conselheiros da Bahia. A Atividade, que está sendo realizada pela Associação de Conselheiros Tutelares e Ex-Conselheiros do Estado da Bahia (ACTEBA), em parceria com o Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente (NDCA/UESB), comemora o Dia Nacional do Conselheiro Tutelar (18 de novembro).

O encontro será marcado pela realização de palestras com especialistas na área da criança e do adolescente, bem como por momentos de integração dos Conselheiros Tutelares e Ex-conselheiros. Durante o Seminário, também será realizada a Cerimônia da Entrega do Certificado “Amigo do Conselho Tutelar” a personalidades que contribuem com o fortalecimento dos Conselhos Tutelares e da ACTEBA.

O evento acontecerá no Salão de Eventos da AABB, situado à Avenida Olivia Flores, no bairro Candeias, das 8 às 18 horas.

garotinhoi

Anthony Garotinho é preso pela polícia federal no Rio

Policiais federais da Delegacia de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, prenderam hoje (16) por volta de 10h desta quarta-feira o ex-governador fluminense Anthony Garotinho. Segundo a Polícia Federal, a prisão faz parte de investigações relativas ao uso do programa Cheque Cidadão, do município de Campos, para compra de votos.

 O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da Justiça Eleitoral de Campos. Trata-se de mais uma fase da Operação Chequinho, que investiga o uso eleitoral do programa “Cheque Cidadão”. Garotinho deve ser levado inicialmente para a sede da PF no Rio e, em seguida, conduzido para Campos.

Desencadeada no dia 26 de outubro, a segunda fase da operação também levou à prisão o vereador Kellinho (PR) e a ex-coordenadora do Cheque Cidadão, Gisele Koch. Três dias depois, foi a vez do vice-presidente da Câmara, Thiago Virgílio. Entre os 30 mil beneficiários do cheque cidadão, o MP aponta que 18 mil fariam parte do esquema, com um desperdício de R$ 3,5 milhões por mês.

Segundo informações da Delegacia Federal de Campos, Garotinho foi preso em seu apartamento, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Atualmente, Garotinho é secretário de Governo do município de Campos (RJ), onde a mulher dele, Rosinha Garotinho, é prefeita.

Além de ex-governador, Garotinho também foi deputado federal e prefeito de Campos.

Da Agência Brasil.