Arquivos diários: 11 de novembro de 2016

Magnesita acumula US$ 40,1 milhões de lucro no ano

Magnesita acumula US$ 40,1 milhões de lucro no ano Foto: Lay Amorim/Brumado Notícias
A Magnesita registrou lucro de US$ 40,1 milhões entre janeiro e setembro de 2016. O Ebitda da companhia foi de US$ 115,9 milhões no período, ao passo que a margem Ebitda alcançou 16% – ante 15,6% no mesmo período de 2015.

A receita líquida atingiu US$ 725 milhões no ano. O presidente do Conselho e CEO da Magnesita Internacional, Octavio Pereira Lopes, ressaltou os resultados notáveis mesmo diante do ambiente desafiador nos principais mercados da companhia. “A margem EBITDA subiu para 16,0% no 9M16, comparada a 15,6% no mesmo período de 2015, mesmo com a queda de 7,6% no volume vendido.

Esse resultado reflete o impacto das nossas iniciativas de melhorias em produtividade, custos fixos e procurement, além do foco em mercados com margens sustentáveis. As vendas para o setor industrial em novas geografias cresceram 35% no ano, mais que compensando o fraco desempenho das vendas nos mercados estabelecidos.

” Em outubro, a companhia anunciou a combinação das operações com a austríaca RHI para criar uma empresa líder do setor de refratários. “As duas companhias são altamente complementares e essa combinação vai trazer fortes benefícios para nossos clientes, colaboradores, acionistas e parceiros de negócios”, disse o executivo.

arnaldo-pereira-guanambi-85

Guanambi: Vereador eleito diz que doará o próprio salário e defende mínimo para o cargo

Guanambi: Vereador eleito diz que doará o próprio salário e defende mínimo para o cargo
Com 1.777 votos, Arnaldo Pereira (PSDB), conhecido como Nal, foi eleito vereador na cidade de Guanambi, no sudoeste baiano.

Em entrevista a uma rádio local, ele defendeu a redução do salário dos vereadores para um salário mínimo. Em meio às manifestações contra o aumento dos subsídios dos vereadores, Nal condenou o assistencialismo e ressaltou que a redução salarial gera para o município uma economia mensal de mais de mais de R$ 100 mil reais.

O vereador eleito garantiu ainda que doará integralmente o seu salário para instituições filantrópicas que desenvolvem programas sociais junto a comunidades carentes.

sindicaros

Movimento greve geral toma conta das ruas de Vitória da Conquista

 

maniifstSindicatos, estudantes e movimentos sociais aderiram ao calendário nacional de paralisações e mobilizações de construção da greve geral. Em todo o Brasil, os manifestantes ocuparam as ruas para protestar contra a PEC 55 (antiga PEC 241), PLC 54 (antigo PLP 257), reforma do ensino médio e o projeto “Escola Sem Partido”.

Em Vitória da Conquista, a concentração ocorreu na Praça Barão do Rio Branco e seguiu em caminhada por ruas do centro da cidade. Estudantes das redes Municipal e Estadual, além do discentes das Ufba, Uesb e Ifba, se juntaram aos sindicatos dos professores, bancários, trabalhadores terceirizados e ao Movimento do Sem Terra para reivindicar o que chamam de “retirada de direitos políticos e sociais”.
Com a mobilização diversos serviços ficaram prejudicados, como aulas e atendimento bancário.

Motivos
A luta é contra as medidas impopulares do governo federal. “Salários, SUS, escolas, creches e programas sociais terão investimentos congelados até 2036 protspela PEC 55 (antiga PEC 241). Direitos trabalhistas dos servidores públicos serão gravemente desrespeitados com a PLC 54 (antigo PLP 257). A reforma do ensino médio, em conjunto com os projetos do Movimento ‘Escola Sem Partido’, colocará fim ao pensamento crítico na educação pública, prejudicando a formação da juventude. Trabalhar mais, receber menos e não ter direito à aposentadoria serão a realidade do povo brasileiro se as reformas da previdência e do trabalho forem aprovadas”, aponta o movimento.