Arquivos diários: 9 de outubro de 2016

Brasil é a 4ª nação mais corrupta do mundo, diz Fórum Econômico Mundial

Com as operações da Polícia Federal que colocaram na agenda do país a corrupção, uma pesquisa feita pelo Fórum Econômico Mundial destacou o problema crônico e histórico do país. De acordo com uma lista elaborada pelo órgão, o Brasil ocupa o quarto lugar entre um grupo de 138 nações do mundo. O país perde apenas para a Venezuela, Bolívia (ambos na América Latina) e para o Chade (que fica na África). A informação é do ‘El País’.

A pesquisa foi feita com base em três perguntas feitas a executivos que deveriam mensurar a corrupção nos Estados. Foi perguntado: “O quanto é comum o desvio de fundos públicos para empresas ou grupos?”; “Como qualifica a ética dos políticos?”; e “O quanto é comum o suborno por parte das empresas?”. Em uma escala de 0 a 7, em que quanto mais alta a nota, maior a transparência, o Brasil ficou com 2,1. Veja a lista dos 10 países mais corruptos, segundo o Fórum:

Dos dez países mais corruptos da lista, cinco são da América Latina, sendo a Venezuela na frente com 1,7; a Bolívia com 2; o Brasil e Paraguai com 2,1 e a República Dominicana com 2,2. Os escândalos envolvendo a Petrobras e as acusações contra a ex-presidente da Argentina, Cristina

Governo baiano deve pagar R$ 3,9 mi a policiais militares por redução de criminalidade

O governo do estado deve incluir R$ 3,9 milhões na folha de pagamento de 5.554 policiais militares como Prêmio por Desempenho Policial (PDP). A gratificação prevista para ser paga em outubro é referente à redução dos índices de criminalidade nas áreas de atuação dos policiais no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Devem ser premiado 4.602 servidores da Polícia Militar, 936 da Polícia Civil e 16 do Departamento de Polícia Técnica. Conseguiram atingir a meta de 6% na redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais as áreas da Barra (50%), Barris (27,2%), Pau da Lima (12,5%), Guanambi (11,5%) e Vera Cruz (11,5%).

Em números absolutos tiveram melhor resultado Brotas (-14 casos), Itapuã (-10), Paulo Afonso (-7), Liberdade (-7) e Itapetinga (-2). A submeta foi alcançada por Barreiras (5,2%), Teixeira (4,8%), Camaçari (4,8%) e Rio Real (3,1%).

“Reposicionamos o policiamento ostensivo em alguns pontos e ampliamos as ações de inteligência para identificar e capturar os criminosos que fazem parte dos bandos que traficam drogas e têm a incumbência de executar quem deve ou quem é da quadrilha rival”, explicou Maurício Barbosa, secretário de Segurança Pública do estado. Segundo o policial, 16,5 mil pessoas que cometeram atos criminosos foram presas.