Arquivos diários: 2 de setembro de 2016

Eleições 2016: TSE libera doações por cartão de crédito

maquina-cartao-72O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, editou uma portaria na quinta-feira (01) e viabilizou doações feitas por cartões de crédito para as campanhas eleitorais. Até então, as operadoras de cartão vinham se negando a aceitar doações por cartões de crédito.

Elas alegavam temer sanções judiciais caso doações irregulares fossem feitas com seu método de pagamento. Para contornar o problema, especialmente numa eleição em que somente pessoas físicas podem doar recursos para as campanhas, Mendes fez gestão junto ao Banco Central, Ministério da Fazenda e operadoras.

A portaria, por sua vez, delimita a responsabilidade dos candidatos, comitês financeiros e operadoras de cartão de crédito. Com a edição, as operadoras disseram que irão colaborar com o pleito e vão liberar as doações a partir desta sexta-feira (02).

ancoras

Globo planeja a saída de Bonner do Jornal Nacional

William Bonner que recentemente anunciou a sua separação com Fátima Bernardes após quase 26 anos de casado, deverá em breve também ter mudanças em seu trabalho. Com 30 anos de TV Globo, sendo 20 deles como âncora do Jornal Nacional, Bonner está sendo preparado para se desligar do posto mais importante do jornalismo da TV brasileira.

A informacão dada pela coluna Zapping”, do jornal “Agora São Paulo”, ainda dá conta que Bonner, apesar de deixar o posto de âncora nos próximos 2 ou 3 anos, deverá continuar sendo editor-chefe do jornalismo noturno. A ideia é manter Bonner à frente de coberturas e reportagens especiais, mas com maior função focada no comandando os bastidores. A assessoria da Globo foi procurada, mas até o fechamento dessa nota, não se pronunciou.

Segundo fontes ligadas ao TV FOCO, a ideia da Globo é promover mudanças na apresentação para renovar o “JN”. Assim como Fátima que deixou o telejornal em 2012, em busca de novos projetos, a Globo entende que Wiliam tem o mesmo direito, principalmente por ver em Evaristo Costa um substituto natural. Por sinal, falando em Evaristo, ele se tornou o novo queridinho das redes sociais, o jornalista procura responder a quase todo mundo e é sempre muito simpático.

Bancários entram em greve a partir da próxima semana

GreveA partir de 6 de setembro, os bancários de todo o Brasil entrarão em greve. A categoria, em Vitória da Conquista, decidiu o pelo início do movimento grevista por tempo indeterminado, em assembleia realizada nesta quinta-feira (1º).

Na última terça-feira, dia 30, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou uma proposta de reajuste de 6,5%, abaixo da reivindicação da categoria, que é de 14,78%. De acordo com o bancários, a proposta da Fenaban não cobre nem mesmo a inflação de 9,83%, referente a junho/2016.

Para os bancários, o não atendimento às demais reivindicações como mais contratações e melhorias nas condições de trabalho, motivou a categoria a intensificar as mobilizações e paralisar as atividades nas agências bancárias.

Artista conquistense tem obra contemplada com prêmio da Funarte

FunartNesta sexta-feira (2), às 17 horas, será inaugurada simbolicamente a obra monumento “5 Continentes”, proposta pelo artista visual George Varanesi Neri.

A intervenção , que ocupa uma área de 200 metros quadrados do chamado “Campo do Inocoop I”, foi uma das contempladas com o Prêmio Arte Monumento Brasil/2016, promovido pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), órgão vinculado ao Ministério da Cultura, em parceria com a Subchefia de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República.

A obra de Neri conta com cinco grandes anéis entrelaçados, fixados no solo, alusivos ao símbolo olímpico. No interior das esferas, estão sendo cultivadas plantas originadas dos cinco continentes: baobás, representando a África, ipês, as Américas, carvalhos, a Europa, cerejeiras a Ásia e eucaliptos arco-íris, a Oceania.

Neri descreve seu projeto como “uma obra arte monumento ecológica”. Segundo ele, a proposta é “fomentar o elo entre natureza, homens e raças”. O artista diz, ainda, que o prêmio é um incentivo a mais para que ele continue a realizar ideias. “Sair do idealismo e colocar a mão na massa é, sem dúvida, o que move o realizador”, afirma.

A concretização da obra, diz o artista, ocorrerá à medida que as mudas forem se desenvolvendo. “A obra vai se realizar com o tempo. Não é uma obra pronta, ela precisa de tempo para crescer. São árvores e forragens que têm suas características fisiológicas, é uma vida. Isso é a obra, deixar existir o que pode existir”, explica.