Arquivos diários: 12 de julho de 2016

Procurando emprego? Confira novas oportunidades em Vitória da Conquista

vaga-empregoUma empresa de recursos humanos de Vitória da Conquista está fazendo seleção para ocupação de cargos em diferentes áreas, confira as oportunidades:

– Vaga para representante comercial;

– Vaga para supervisor em logística operacional;

– Vaga para vendedor externo;

– 03 Vagas para educador social para trabalhar em Anagé;

– Vaga para auxiliar administrativo para trabalhar em Anagé;

– 02 Vagas de estágio para estudante de administração ou economia;

– Vaga para estudante do ensino médio.

As pessoas interessadas nas vagas devem comparecer até a sede da empresa que fica localizada na Rua Laudicéia Gusmão, nº 575, Centro.

 

LUTO: ex-ministra Luiza Bairros morre em Porto Alegre

A ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Luiza Helena de Bairros morreu em Porto Alegre nesta terça-feira (12) em virtude de um câncer de pulmão. A informação foi confirmada por lideranças do Partido dos Trabalhadores ligadas à ex-ministra.

Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório nem sobre o sepultamento de Luiza Bairros. Ela foi ministra do governo de Dilma Rousseff entre os anos de 2011 e 2014. Luiza Bairros era mestre em ciências sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e doutora em sociologia pela Michigan State University.

Ela se graduou em Administração Pública e de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e era especialista em Planejamento Regional pela Universidade Federal do Ceará.

Gaúcha de Porto Alegre, Luiza Bairros se mudou para a Bahia em agosto de 1979, após ter contato com o Movimento Negro Unificado durante a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, meses antes, em Fortaleza. Informações do G1.

Criada CPI da Lei Rouanet

A Câmara dos Deputados criou nesta segunda-feira (11) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar irregularidades na Lei Rouanet. O ato foi assinado pelo presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA).

O requerimento que pedia a criação de CPI é de autoria dos deputados Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) e Alberto Fraga (DEM-DF), que coletaram mais de 212 assinaturas, de 171 necessárias. O documento foi protocolado no dia 25 de maio.

“Vamos passar a limpo toda a isenção tributária da Lei Rouanet, para que o Brasil saiba quem defende a verdadeira cultura neste País e quem, além de viver de maneira farta com os recursos público, ainda cobram ingresso, recebendo assim, duas vezes o dinheiro do povo brasileiro em nome da cultura”, disse Sóstenes Cavalcante.

A Comissão será composta de 29 membros titulares e 29 suplentes. Os próximos passos previstos serão a indicação dos membros, instalação da Comissão e eleição de presidente, vice e relator.

“Não somos contra a cultura, mas é absurdo um país que enfrenta uma das piores crises econômicas da sua história, destinar bilhões de reais para um pequeno grupo de artistas. Queremos saber quais os critérios utilizados pela Lei Rouanet e entender porque os pequenos artistas não são beneficiados”, explica Alberto Fraga.

Médico e advogado são presos em esquema de contrabando de cigarro

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (12) a Operação Pleura, para desarticular organização criminosa de contrabando de cigarro com atuação no Paraná e ramificação em Mato Grosso do Sul. Um médico e um advogado foram presos e são apontados como líderes do grupo.

Cerca de 100 policiais federais estão cumpriram 38 mandados judiciais: 21 mandados de prisão preventiva e 17 de busca e apreensão, nos estados do Paraná (Loanda, Querência do Norte e Capanema), São Paulo (Tupã) e Mato Grosso do Sul (Naviraí).

As investigações iniciadas neste ano detectaram o uso intenso e diário dos Rios Paraná e Ivaí, na região de Querência do Norte/PR, para escoamento de cargas contrabandeadas de cigarros paraguaios, em potentes embarcações que saíam de Salto del Guairá, no Paraguai.

O poderio da organização gerou a criação de uma extensa rede de olheiros, carregadores e batedores que utilizavam armas e lanchas de apoio para viabilizar a atividade criminosa em diversas cidades da região.

Durante as apurações, constatou-se que dois irmãos residentes em Loanda/PR, um médico e um advogado, eram líderes do esquema criminoso. Além deles, uma família baseada na região também atuava intensamente na atividade ilícita, com diversos integrantes do grupo vinculados aos atos delitivos.