Arquivos diários: 8 de julho de 2016

Ator de Velho Chico é escolhido para viver Roberto Carlos no cinema

MiguelResponsável pelo filme que contará a história do rei Roberto Carlos, com base no livro “Minha fama de mau”, o diretor Luiz Fernando Carvalho já escolheu quem viverá o cantor nas telonas do cinema. Segundo a coluna Gente Boa, do jornal O Globo, Gabriel Leone recebeu a missão após se destacar na novela Velho Chico.

Ciente do desafio, o ator revelou que já interpretou o Rei. “Já fiz o Roberto no teatro, mas agora tive que me aprofundar mais”, declarou à publicação. Leone, que vive Miguel na trama das 21h, da Rede Globo, ganhou destaque nacional ao participar da novela “Verdades Secretas”.

Jânio Quadros: Polícia prende homem acusado de tentativa de homicídio

janio-quadros-anderson-almeida-da-silva-95O indivíduo Anderson Almeida da Silva, de 29 anos, foi preso em flagrante, em operação conjunta da Polícia Militar e Civil, na cidade de Presidente Jânio Quadros.

Ele é acusado de ter tentado matar um homem identificado como João Paulo da Silva, de 59 anos. Segundo informações do delegado da 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), Leonardo Rabelo, com o indivíduo, foi encontrada uma arma de fogo do tipo garrucha.

O autor foi autuado em flagrante pela prática do delito de homicídio tentado pelo delegado Cláudio Marques, no plantão da delegacia de Brumado.

Após duas mortes seguidas, Sesab afirma que não existe um surto de meningite na Bahia

MenigiteNa última semana, duas pessoas morreram e outra foi internada com meningite no município de Presidente Tancredo Neves. Um outra, da cidade de Laje, foi internada no Hospital Geral Couto Maia, em Salvador, com suspeita da doença. Apesar dos casos subsequentes, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) afirma que não existe um surto de meningite na Bahia.

Ainda segundo a Sesab, de janeiro a junho deste ano, foram registrados 150 casos da doença no estado. Deste total, 15 pessoas morreram. Em 2015, foram registrados 287 casos na Bahia com 27 mortes. O que significa dizer que os números não fogem à normalidade.

Mesmo assim, a população deve ficar atenta aos sintomas da doença. A meningite é a inflamação das meninges, membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal. A doença pode ser causada por dois tipos de agentes: vírus e bactérias. As meningites virais costumam ser benignas, sem grandes complicações neurológicas.

Já as meningites bacterianas, especialmente ocasionadas pelos micro-organismos pneumococo, meningococo e hemófilos, são mais sérias e exigem tratamento urgente e rigoroso com antibióticos. Nos dois casos o diagnóstico precoce é primordial para o tratamento.

Dor de cabeça, pescoço rígido, vômitos, náusea, confusão mental e dificuldade de concentração, convulsões, sonolência, fotossensibilidade, falta de apetite, rachaduras e presença de manchas vermelhas na pele, são os sintomas mais comuns da doença.

Como a doença é transmissível, quem tiver contato com alguém com meningite deve procurar o hospital para realizar a quimioprofilaxia, para confirmação do diagnóstico.

Doutor em comunicação oral, Piotr Zalkowitsch faz palestra em Conquista

PiotrFalar em público é uma arte que envolve conhecimento, desenvoltura e treinamento constante. Manter uma plateia atenta, absorvendo os ensinamentos ou compartilhando saberes requer do orador habilidades que o permitam ser preciso no falar e eficiente nos improvisos, ao mesmo tempo.

Além disso, a agilidade de se expressar com eloquência também faz parte do nível de qualidade que se deseja alcançar ao realizar o ato da comunicação nas relações interpessoais e de forma geral.

Para falar sobre esse assunto, Vitória da Conquista vai receber o Doutor em Comunicação pela Université du Quebec à Montreal (Canadá), Piotr Zalkowitsch, em um evento exclusivo e único no Sudoeste da Bahia.

Conhecido mundialmente pela sua destreza na arte da oratória, Piotr Zalkowitsch lançará, em nível nacional, o livro “Comunicação de Impacto – Técnicas de Argumentação, Voz e Postura para falar em Público com Sucesso”.

A palestra ocorrerá no próximo dia 14 de julho, às 20 horas, para a palestra “Comunicação de Alto Impacto”, a ser realizada no auditório do Hotel Shalako.

INSS vai fazer pente-fino nas aposentadorias por invalidez

Pericia-ABCSerão revisados os chamados benefícios por incapacidade de longa duração de aposentados por invalidez e auxílio-doença. Essa medida provisória fixará em 120 dias o prazo máximo de pagamento de auxílio-doença quando o benefício for concedido pela Justiça sem definição de uma data de cessação.

Com essa medida o Governo Federal visa reduzir gastos com a Previdência e promover uma operação pente-fino. E estimativa que é sejam realizadas aproximadamente 100 mil perícias por mês em todo País para saber se os trabalhadores afastados continuam incapazes de realizar as suas tarefas profissionais.

São hoje no Brasil 3 milhões de aposentados por invalidez que geram uma despesa mensal de R$ 3,6 bilhões. Para a revisão os médicos ganharão R$ 60 por perícia realizada. Os médicos terão que extrapolar a carga horária em um verdadeiro mutirão.

Com a revisão, o governo espera economizar mais de R$ 6 bilhões por ano, afirma o assessor-chefe da Casa Civil, Marcelo Siqueira.