Arquivos diários: 3 de julho de 2016

Cordeiros: Delci e Teco lança Programa de Governo Participativo

O pré candidato a Prefeito e Vice de Cordeiros/BA e presidente do PSD e PT lançaram nesta quinta-feira(30/06) o Programa de Governo Participativo (PGP). Trata-se de um movimento que conta com a contribuição da sociedade para a construção de um projeto para eventual governo 2017/2020. Continue lendo Cordeiros: Delci e Teco lança Programa de Governo Participativo

Governo prorroga prazo para saque do PIS/Pasep de 2014

pisOs trabalhadores que perderam o prazo para sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), referente ao ano-base de 2014, terão nova oportunidade para retirar o benefício. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, anunciou hoje (1º) que os mais de 1,2 milhão de trabalhadores que perderam o prazo, encerrado ontem (30), poderão fazer o saque entre os dias 28 de julho e 31 de agosto.

“A bancada dos trabalhadores no Codefat [Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhado] sugeriu a ampliação do prazo para que todos fossem contemplados. Conversamos com o núcleo do governo, que foi sensível a essa medida, dada a necessidade de aprimorar esses programas sociais que são muito importantes na vida dos trabalhadores”, disse Nogueira.

De acordo o ministro, não houve diferença na média de comparecimento dos trabalhadores para saque do benefício em relação aos anos anteriores, mas o governo decidiu “inovar” ao prorrogar o prazo. “A intenção do governo é que 100% dos trabalhadores que têm direito ao abono possam ter a oportunidade de comparecer às agências e retirar o abono. É a primeira vez que o governo toma a iniciativa de ampliar o prazo”, disse.

O abono
O benefício, equivalente a um salário-mínimo (R$ 880), é pago a empregados que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014 e tenham recebido até dois salários-mínimos por mês nesse período. O trabalhador também precisa estar cadastrado no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos e ter tido os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Até agora, foram sacados R$ 18,3 bilhões.

Os recursos não sacados retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O abono salarial é um dos benefícios pagos pelo FAT, que também custeia o seguro-desemprego, os cursos de qualificação profissional feitos em parceria com os governos estaduais e a participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados.

a História do Dia 2 de Julho – Independência da Bahia

A comemoração do dia 2 de Julho é uma celebração às tropas do Exército e da Marinha Brasileira que, através de muitas lutas, conseguiram a separação definitiva do Brasil do domínio de Portugal, em 1823. Neste dia as tropas brasileiras entraram na cidade de Salvador, que era ocupada pelo exército português, tomando a cidade de volta e consolidando a vitória.

Esta é uma data máxima para a Bahia e uma das mais importantes para a nação, já que, mesmo com a declaração de independente, em 1822, o Brasil ainda precisava se livrar das tropas portuguesas que persistiam em continuar em algumas províncias. Então, pela sua importância, principalmente para os baianos, todos os anos a Bahia celebra o 2 de Julho. Tropas militares relembram a entrada do Exército na cidade e uma série de homenagens são feitas aos combatentes. Continue lendo a História do Dia 2 de Julho – Independência da Bahia

Lava Jato recebe apoio do povo brasileiro que pede Sergio Moro no STF

Manifestantes fazem ato contra a corrupção e contra o governo na Avenida Paulista (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Manifestantes fazem ato contra a corrupção e contra o governo na Avenida Paulista (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Movimento Vem Pra Rua fez uma grande e importante manifestação na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Justiça Federal em São Paulo. Os manifestaram que apoiam às investigações da Operação Lava Jato e à campanha Dez Medidas contra a Corrupção, promovida pelo Ministério Público Federal (MPF), retornam às ruas em defesa das instituições e do Brasil.

O grupo, de cerca de 40 pessoas, carregava faixas e distribuía folhetos desde as 11h no local. Quando os semáforos fechavam, alguns ativistas ocupavam a rua e pediam que os motoristas buzinassem em apoio ao ato e à causa.

“Estamos aproveitando para colher assinaturas de apoio às Dez Medidas contra a Corrupção, distribuindo folhetos explicando o que são as medidas e aproveitando para esclarecer dúvidas de pessoas que queiram saber sobre as dez medidas e sobre a Operação Lava Jato”, disse Charles Putz, integrante do Movimento Vem Pra Rua e também líder do Movimento Brasil Livre dos Corruptos.

Segundo ele, o apoio tem o objetivo de que casos de corrupção sejam apurados, julgados e punidos. Putz ressaltou ainda a necessidade de medidas que previnam a corrupção e acredita que as dez medidas do MPF sejam uma ferramenta para isso.