Arquivos diários: 24 de junho de 2016

Como proteger seu animal de estimação dos fogos de artifício durante o São João

CArtaz-animalHumanos ouvem em uma frequência de 20 Hz a 20.000 Hz, enquanto cães e gatos escutam entre 15 Hz e 40.000 Hz. Ou seja, um som simplesmente incômodo para nós, como o barulho dos fogos, pode se tornar ensurdecedor e insuportável para eles. No desespero e no pânico, os animais ficam desorientados, podem fugir, tendem a correr desesperados, se acidentar, atacar o próprio dono, se enforcar na própria coleira quando não conseguem rompê-la para fugir.

Alguns animais podem sofrer paradas cardiorrespiratórias, convulsões e diversos outros problemas. Mas o que fazer? Antes dos fogos começarem, crie um refúgio: coloque seu bichinho em um cômodo – de preferência dentro de casa – onde ele se sinta seguro.

Ajude-o a se sentir protegido: feche portas e janelas, coloque cobertores sobre a casinha/caixa de transporte ou até mesmo um panos tampando frestas, para que o som dos fogos seja amortecido o máximo possível. Se ele estiver acostumado, deixe TV e rádio ligados. Converse um pouco, faça carinho e vá visitá-lo de tempo em tempo. Retire qualquer coisa que possa ser derrubada, quebrada ou derramada do ambiente que o animal vai frequentar.

Certifique-se de que as janelas, portas e portões estão bem fechados, para evitar qualquer hipótese de seu animalzinho fugir. Em todo caso, coloque uma coleira com plaqueta de identificação no pescoço do seu cão ou gato, importante para achá-lo no caso de fuga. A coleira do gato deve ser elástica, para que não haja risco de enforcamento ao se prender a um galho ou outro objeto.

A plaqueta deve conter o número do seu telefone (residência e celular). Importante: Não deixe seu cachorro ou gato presos na coleira. Muitos animais, quando presos, morrem por enforcamento, no desespero de fugir dos fogos e rojões.

E por fim, converse com um veterinário sobre o uso de homeopatia e/ou florais para acalmar seu animalzinho, ainda dá tempo de começar o tratamento antes dos festejos.
Com informações do site adoteumgatinho.org.br