Arquivos diários: 3 de maio de 2016

Após se enveradar pela música, ator baiano lança livro infantil

EricoO ator baiano Érico Brás acaba de lançar seu primeiro livro. “Lindas Águas – O Mundo da Menina Rainha” é uma obra destinada ao público infantil e que teve como musa inspiradora a mulher, Kenia Maria. O livro, segundo Brás, pretende levar referências positivas para as mulheres.

O lançamento oficial está previsto para o dia 28 de maio em São Paulo. Depois será lançado em Salvador, onde o ator nasceu, e no Rio de Janeiro, onde vive atualmente. “Quero fazer no Teatro Vila Velha e no subúrbio”, disse Érico à coluna de Telma Alvarenga, do Correio.

Érico Brás ganhou projeção com o longa e série de “Ó, paí, ó!”. No campo musical chegou a homenagear Vinícius de Moraes nos palcos e, em 2015, puxou ao lado de Tonho Matéria a banda Araketu no Carnaval de Salvador. Atualmente, pode ser visto no humorístico global Zorra Total.

Em 2015, Estado da Bahia perdeu R$ 1 bilhão em repasses da União

dinheiro-16De acordo com levantamento feito pela área técnica da Secretaria da Fazenda do Estado, o Governo do Estado perdeu cerca de R$ 1 bilhão em receitas no ano passado. Seria esse o valor repassado pela União aos cofres baianos, em 2015, se o Fundo de Participação dos Estados (FPE) tivesse mantido o crescimento equivalente ao da receita tributária desde 2012.

A queda na arrecadação da União tem reflexos diretos nas contas públicas na Bahia. Nos últimos anos, as transferências correntes têm crescido sempre menos que a arrecadação tributária do Estado, como é o caso do FPE. Com as perdas acumuladas, a Bahia ultrapassou o limite prudencial para gastos com o funcionalismo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que toma por base justamente a receita corrente, o que impôs ao Estado uma série de restrições nos gastos com pessoal.

O Estado, por outro lado, vem mantendo o perfil da dívida em patamares bem mais confortáveis que os da maior parte das grandes economias do país. Com foco em manter o funcionamento normal da máquina pública e o pagamento dos salários em dia, a Bahia vem priorizando o controle dos gastos e a recuperação da capacidade do fisco, e tem conseguido assim equilibrar as contas, mesmo com uma queda acentuada nos repasses da União.

Após bloqueio da Justiça, WhatsApp volta a funcionar no Brasil

excluir-membro-grupo-whatsapp-300x224Na tarde desta terça-feira (3), o WhatsApp voltou a funcionar para algumas pessoas. A Justiça de Sergipe derrubou o bloqueio que havia sido determinado pelo juiz Marcel Maia Montalvão, da Vara Criminal de Lagarto, em Sergipe.

O desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima aceitou um pedido de reconsideração dos advogados do WhatsApp. Com isso, o serviço deveria voltar a funcionar assim que as operadoras fossem notificadas e fizessem ajustes em sua rede de telefonia.

O juiz Marcel Maia Montalvão havia determinado que TIM, Oi, Claro, Vivo e Nextel suspendessem o acesso ao WhatsApp por 72 horas a partir das 14 h dessa segunda-feira (2). O bloqueio do aplicativo foi pedido porque o Facebook, dono do WhatsApp, não cumpriu uma decisão judicial anterior de compartilhar informações que subsidiariam uma investigação criminal sobre tráfico de drogas no município de Lagarto.