Arquivos diários: 4 de abril de 2016

lula-casa-civil-governo-dilma-29

Teori Zavascki rejeita ações do PSDB e do PSB contra posse de Lula

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, rejeitou nesta segunda-feira (4) ações movidas pelo PSDB e pelo PSB contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Casa Civil. A posse de Lula, contudo, continua suspensa em razão de uma decisão liminar (provisória) do ministro Gilmar Mendes, também do STF.

Lula foi anunciado novo chefe da Casa Civil em 16 de março. Um dia depois, ele tomou posse no cargo, mas, desde então, uma batalha jurídica se iniciou com partidos de oposição alegando que houve desvio de finalidade na nomeação.

PSB e PSDB, por exemplo, entraram com Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPFs), sob a argumentação de que a nomeação foi inconstitucional porque houve desvio de finalidade.

Antes de analisar as ações movidas pelos partidos, Teori Zavascki pediu informações para a Presidência da República, Advocacia-Geral da União e Procuradoria Geral da República.

Na argumentação, o ministro Teori Zavascki afirma que o tipo de ação apresentada por PSB e PSDB não seria o meio correto de se questionar, mas sim ações populares ou mandado de segurança coletivo, como o que foi apresentado também por partidos ao ministro Gilmar Mendes.

Para receber diploma, alunos de medicina terão que realizar avaliação nacional

MAIS-MÉDICOS

A partir deste ano, alunos de medicina de todo o país farão avaliações nacionais a cada dois anos (no 2º, 4º e 6º ano) durante o curso. Trata-se da chamada Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem). Aqueles que não obtiverem a nota mínima definida pelo Ministério da Educação (MEC) na última avaliação não poderão obter o diploma e também não poderão ingressar na residência médica.

Pelas normas, o prazo para que a avaliação comece a ser aplicada termina este ano. A aplicação começará pelos alunos do 2º ano de medicina em agosto. A medida em que os alunos avançam nos estudos, as demais avaliações serão implementadas. A do 6º ano passará a ser aplicada em 2020.

No 2º e 4º ano, a avaliação será apenas para que os alunos testem os conhecimentos. Pelo desempenho dos estudantes, o MEC poderá verificar a qualidade do ensino e, se necessário, fazer algum tipo de intervenção na instituição. No 6º ano, um bom desempenho na avaliação será necessário para que os alunos se formem e obtenham o diploma.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) será responsável pela avaliação. De acordo com o MEC, ela seguirá os moldes do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida).

IMG-20160403-WA0044

Condeúba: Carruagem é feita para manter a tradição, diz organizador

A carruagem é um esporte que vem crescendo em Conddeúba, desta feita foi na Comunidade do Olho D’água, neste domingo dia 3 de abril de 2016, através do Sr. Agenor Henrique Silveira pelo terceiro ano consecutivo, ele vem organizando essa carreata, sempre marcada para o primeiro domingo de abril, desta vez, Agenor formou 24 inscrições de junta de bois e cobrou de cada R$ 20,00 (vinte reais), para comprar a carne e fazer um churrasco entre todos os participantes.

Antes da saída Agenor convidou todos os participantes do evento para formar um circulo de mãos dadas e passou a palavra para o vereador Helio que juntos proferiram a oração universal do Pai Nosso. Em seguida às 9 horas, Agenor deu a partida na carruagem, que saiu do Bar de Zé de Dário e foi até o Bar de Almir no Riacho Seco distante aproximadamente 6 quilômetros.IMG-20160403-WA0044Chegando ao Riacho Seco por volta das 11 horas, depois retornaram ao ponto inicial, chegando a Zé de Dário por volta das 13 horas, completando um percurso de 12 quilômetros. Com muita animação os carreadores pararam para degustar um churrascão que os esperavam. Em seguida se dispersaram.

Curiosidade: toda parelha de boi de carro tem nome, que é para facilitar o manuseio dos animais quando estão no trabalho. Então pegamos alguns nomes dos que participaram nesta carruagem, conforme segue: Padrão e Campeão, Monte Azul e Montes Claro, Xitado e Bordado, Pancoso e Muchoso, Bonito e Bolero, Rio Branco e Rio Pardo, Gaucho e Uruguai, Chatim e Camboim, Tostão e Centavos, Paredão e Paraná, Bordado e Linhado, Luchuoso e Descente.